Pages

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Agronegócio: Robinson destaca investimentos de R$ 162 milhões durante Agropec

07.08 Agropec - Foto Rayane Mainara (6)Os investimentos no agronegócio do Rio Grande do Norte têm rendido bons frutos ao Estado. Exemplo disso é o crescimento de 180% na exportação do melão potiguar em 2016. Esse e outros dados foram apresentados pelo governador Robinson Faria, na manhã desta segunda-feira (07), em Parnamirim, durante o Agropec Semiárido, evento promovido pelas Federações de Agricultura e Pecuária do Nordeste.

Durante o seminário, Robinson apresentou o detalhamento dos investimentos na agricultura e pecuária do RN. Em poucos mais de três anos, o governo já investiu R$ 162 milhões em programas e ações para impulsionar o crescimento do setor.

“Apenas neste ano, já empregamos mais de R$ 6 milhões na aquisição de 645,6 toneladas de sementes para distribuir aos agricultores em todo o estado. Além disso, conseguimos a dominialidade do terminal pesqueiro junto ao Governo Federal e a estimativa é que o local já esteja funcionando até o final de 2017, fomentando a cadeia da pesca e criando novas oportunidades”, informou o governador.

O chefe do Executivo potiguar enfatizou também as leis da Carcinicultura e das queijeiras, que regulamentam e fiscalizam as atividades. “Formalizamos duas importantes cadeias produtivas que geram emprego e renda para o Rio Grande do Norte”, salientou Robinson.

Ainda na oportunidade, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern), José Vieira, prestou uma homenagem a Robinson Faria pelo apoio e investimentos no setor rural, e destacou a importância do evento para o agronegócio do Estado. “Aqui estamos discutindo ações que estão dando certo no nordeste brasileiro e trazendo informações sobre inovações tecnológicas para o produtor rural aplicar também no Rio Grande do Norte”, disse Vieira.

O Agropec Semiárido acontece até amanhã no Parque Aristófanes Fernandes e reúne produtores rurais, pesquisadores, professores e técnicos que atuam na área.

Nenhum comentário: