Pages

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Novembro Azul busca quebrar preconceito e estimular cuidado com a saúde masculina

Novembro Azul[13489]Mais uma campanha de conscientização sobre o diagnóstico precoce do câncer acontece neste mês. Para alertar os homens sobre questões relacionadas à saúde da próstata, a Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR) dá continuidade às palestras e rodas de conversa.

A programação faz parte da campanha Novembro Azul, que visa orientar a população masculina sobre a importância de dois exames que devem ser feitos em conjunto, o Antígeno Prostático Específico (PSA) e o toque retal, realizados para detecção do câncer de próstata, que quanto mais cedo for diagnosticado, maiores as chances de cura. 

Para repassar esse alerta, amanhã, 8, haverá palestra ministrada pela enfermeira da AAPCMR, Keylla Duarte, no Grupo Control Engenharia. Já na sexta, 9, pela manhã  o tema será tratado no Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do Estado do Rio Grande do Norte (SINAI) e à noite haverá orientações sobre o assunto na sede do Serviço Social do Comércio (SESC), durante a final dos Jogos dos Comerciários. No dia 20 de Novembro a conversa é com membros da Igreja Batista.

Além disso, as empresas e instituições que quiserem agendar palestras podem entrar em contato com a Associação, através do (84) 98899-5064. As palestras são realizadas gratuitamente no horário das 8h às 13h30.

Estatísticas

Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), 68.220 novos casos da doença devem ser diagnosticados no Brasil neste ano de 2018. No Rio Grande do Norte, a previsão aponta para o surgimento de 1.090 casos de câncer de próstata.

Dados encaminhados pelo Registro Hospitalar de Câncer (RHC) da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) mostram que de janeiro a dezembro de 2017 foram diagnosticados e tratados 98 casos da doença na LMECC. Quando considerado o período de janeiro de 2006 a dezembro de 2017, o número chega a 727.

Óbitos

Dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), encaminhados pelo RHC-LMECC revelam que o número de mortes que teve como causa básica o câncer de próstata em Mossoró no período de janeiro a dezembro de 2006 a 2016 foi de 198. Já no RN, foram 2.678 mortes decorrentes da doença no mesmo período e, no Brasil, o quantitativo de mortes decorrentes do câncer de próstata chegou a 143.484

Nenhum comentário: