Pages

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Guardas municipais afastados de Guamaré

Na manhã desta quarta-feira (14), a Prefeitura de Guamaré determinou a abertura de uma sindicância para investigar o caso. Seis guardas municipais foram afastados, assim como o comandante e o subcomandante da Guarda. A Prefeitura também pediu à Câmara Municipal a ata e as gravações de áudio e vídeo da sessão de ontem.

À imprensa, o prefeito de Guamaré, Hélio Willamy de Miranda (PMDB), lamentou o episódio. “Já determinei a instauração de processo administrativo e o afastamento dos guardas municipais envolvidos, para que sejam preservados os servidores públicos e a instituição, sendo garantidos todos os princípios constitucionais”, declarou Hélio de Mundinho.

Por meio da assessoria de imprensa, a Prefeitura informou também que notificou o Conselho Tutelar — já que uma criança foi envolvida no caso —, vai encaminhar o caso ao Ministério Público Estadual “para que adote as medidas cabíveis” e determinou que as secretarias de Saúde e Assistência Social ofereçam “amparo legal e necessário aos envolvidos, observando as políticas públicas dispostas à população”.

DO G1RN

Nenhum comentário: