Pages

sábado, 12 de dezembro de 2015

"Abril Despedaçado": falso policial civil é preso com pistola e carro roubado em Assu

FOCOELHO
Durante a “Operação Abril Despedaçado” nesta quinta-feira, 10, os agentes civis prenderam o técnico em informática Ewerton Estevam de Almeida, natural do município Campo Grande/RN, deitado na casa de um perigoso fugitivo de Justiça na localidade de São José, no Município do Alto do Rodrigues.
Com Ewerton Estevam de Almeida, os agentes apreenderam uma pistola Ponto 40 com brasão da Policia Civil, além de um carro roubado e numeração adulterada, além de identificação funcional de Polícia Civil e outros apetrechos de uso exclusivo da Polícia Civil. Ele explicou que estava na casa de sua namorada e que não sabia que o dono da residência era procurado pela Justiça. Esta versão não convenceu.
Para os policiais da região do Alto do Rodrigues, Pendências, Ipanguaçu, Macau, assim como para os moradores e também para a imprensa de toda a região, a prisão de Ewerton Estevam foi uma grande surpresa. Todos acreditavam que ele fosse realmente policial civil. Aos policiais, ele declarou que prestava serviços de escrivão Adoc a Polícia Civil. Na prática, ele tentou enganar os policiais da operação e não conseguiu.
Inclusive, a depoimentos de que Ewerton Estevam, que foi autuado em flagrante pelo delegado Carlos Brandão, em Assu, era sempre visto em Campo Grande, na casa de familiares e amigos, numa viatura da Polícia Civil e exibindo duas pistolas.
Em contato com o MOSSORÓ HOJE, o delegado chefe da Policia Civil no interior, José Cleyton Pinho de Sousa, que participou da operação “Abril Despedaçado”, disse que o atual delegado chefe da Delegacia de Macau assumiu há cerca de uma semana e desconhece a atuação de Ewerton Estevam na referida delegacia após sua chegada. “É um delegado novo”, diz.
Entretanto, Cleyton Pinho disse que a Secretaria de Defesa Social e Segurança Pública, diante do que já foi apurado até agora, vai divulgar uma nota e que vai abrir procedimentos para descobrir o que Ewerton Estevam, armado e andando em carro roubado, estava fazendo dentro das delegacias da região se passando por policial civil.
“Vai ser apurado”, destaca o delegado Cleiton Pinho.

Nenhum comentário: