Pages

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

'Estou me sentindo desafiado', diz governador sobre violência no RN

Após o assassinato covarde da universitária Maria Karolayne Álvares de Melo, de apenas 19 anos, ocorrido nessa quarta-feira (20), o governador Robinson Faria prometeu mudanças na equipe que comanda a segurança do Rio Grande do Norte. Em entrevista a InterTV Cabugi, Robinson informou que convocou uma reunião de emergência para a tarde desta quinta-feira (21) com toda a cúpula de segurança do RN e até esta sexta-feira(21), vai tomar atitudes severas para o combate da insegurança que toma conta do Estado. “Não sei se é um problema de metodologia ou comprometimento, mas os resultados não estão de acordo com o que eu espero para cumprir as metas”.
Robinson ainda destacou o esforço para a área de segurança no Estado, e exige resultado. “Promovemos 3300 policiais militares. Nunca foi dada tanta condição técnica de equipamentos, carros e armamento. Estamos pagando diárias operacionais. O que esteve ao alcance da política pública, nós fizemos. Mas por que não dá resultado? Por que a segurança não melhora? Por que todas essas fugas (no sistema prisional)?”, encerrou.

Nenhum comentário: