Pages

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

No Ceará, paciente recebe órgão transportado pela Força Aérea Brasileira

12bp

Uma paciente que se encontrava em estado crítico recebeu nesta quarta-feira (4) um transplante de fígado de um doador da cidade de  Maceió, em Alagoas. Conforme Huygens Garcia, chefe do setor de transplante do Hospital Universitário Walter Cantídio, o procedimento só foi possível após decreto presidencial que disponibilizou uma aeronave da Força Aérea para o serviço.

O órgão, ainda segundo o médico, era de um jovem de 17 anos que morreu após uma hemorragia cerebral ocasionada por um aneurisma. Após autorização da família e por não haver transplante de fígado em Maceió, o Sistema Nacional de Transplantes, do Ministério da Saúde, abriu o ranking de registros mais graves e identificou a paciente internada no Ceará. No entanto, um voo comercial poderia inviabilizar o procedimento. "Se fosse necessário esperar por um voo comercial, o transporte seria prejudicado e o transplante não seria possível", relata Huygens Garcia.

O médico terminou o procedimento na paciente de 40 anos por volta das 21 horas. Ela é de Boa Vista, Roraima, e estava internada desde de outubro de 2016 no hospital aguardando um transplante.

"Antes esses aviões só transportavam políticos e muitos ficavam parados lá em Brasília. Agora eles vão salvar vidas, como nesse caso de hoje em Fortaleza, uma vida salva", afirma o médico Huygens Garcia.

Decreto presidencial Em junho o  presidente, Michel Temer, anunciou decreto ordenando que a Aeronáutica mantenha permanentemente à disposição um jato da FAB para atuar no transporte de órgãos e tecidos para transplantes.

No mesmo mês o Ceará recebeu o primeiro órgão transportado pela FAB.

G1CE

Nenhum comentário: