Pages

segunda-feira, 6 de março de 2017

Município e Diocese de Caicó assinam convênios na área social

O Município de Caicó assinou três convênios na área social, através da secretaria municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social. Estavam presentes ao ato da assinatura nesta segunda-feira (06), no Centro Administrativo, o prefeito Batata Araújo, o secretário municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social, David Evandre, a secretária adjunta Jarine Cristina, o presidente da Cáritas Diocesana, padre Manoel Pedro Neto, a coordenadora Fabiana da Silva e a presidente do Abrigo Dispensário Professor Pedro Gurgel, Maria Goretti da Silva.

O Município de Caicó celebrou um dos convênios através do Fundo Municipal de Direitos do Idoso de Caicó e o Abrigo Dispensário Professor Pedro Gurgel, para execução do Projeto “Projeto Promovendo Vida – PROMOVIDAS. A iniciativa tem por objetivo promover aos idosos institucionalizados e aos membros do grupo GeriaVida atendimentos especializados na área de fisioterapia e terapia ocupacional, proporcionando uma maior qualidade e expectativa de vida e reduzindo o ócio.

Outro convênio foi celebrado entre o Município de Caicó, através do Fundo Municipal de Direitos do Idoso de Caicó, e a Cáritas Diocesana, para execução do projeto Fortalecendo a Rede de Garantia de Direitos do Idoso do Seridó.

O projeto objetiva fortalecer a Rede de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa do Seridó, visando sua consolidação enquanto plataforma de articulação, integração e mobilização dos diversos atores sociais que atuam na elaboração, execução, monitoramento e avaliação das políticas públicas para as Pessoas Idosas.

O terceiro convênio foi celebrado entre o Município, através do Fundo Municipal dos Diretos da Criança e Adolescente, e a Cáritas Diocesana de Caicó, para execução do projeto Defendendo os Direitos e Promovendo a Dignidade de Crianças e Adolescentes.

A ação objetiva promover formação humana, social e cultural de crianças e adolescentes em situação de risco, integrando família e comunidade, na perspectiva de torná-los protagonistas de seus direitos, para atuarem no enfrentamento e violência e prevenção ao uso de drogas, contribuindo para melhoria do acesso, permanência e aproveitamento de crianças e adolescentes na escola.

Nenhum comentário: