Pages

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Estudo em reservatórios de água beneficiará a piscicultura no RN

Assinatura O.S Idema_Demis Roussos (1)O governador Robinson Faria assinou na manhã desta segunda-feira (12) a ordem de serviço para realizar um estudo em 13 reservatórios de água do RN, visando a análise da capacidade para a inserção da atividade de piscicultura em tanques rede. O convênio foi firmado entre o Instituto de Gestão de Águas (Igarn), Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e a Fundação de Apoio à Pesquisa da UFRN (Funpec).

         Atualmente, o Açude Umari em Upanema é o único em operação em tanques rede com licenciamento ambiental, outorgas e direitos de uso das águas. Com o estudo, será possível a liberação controlada da atividade econômica e preservação dos recursos hídricos do Rio Grande do Norte.

         Robinson Faria destacou que o estudo, parado desde 2012, foi retomado agora diante da reivindicação da classe produtiva. “A partir desse estudo, teremos a capacidade de aumentar a cadeia produtiva da pesca em tanques rede, oferecendo uma normatização para os produtores e órgãos gestores. Estamos pensando no futuro, incentivando novas atividades econômicas e gerando mais emprego e renda para o Estado”, enfatizou o governador.

         O estudo vai possibilitar também a avaliação dos possíveis impactos da atividade nos reservatórios de água, subsidiando os órgãos ambientais e de recursos hídricos quanto à liberação controlada da pesca em tanques rede.

         “Nosso objetivo é fomentar a atividade econômica e ao mesmo tempo preservar a qualidade da água. Como os açudes e lagoas possuem características parecidas, posteriormente, conseguiremos aplicar esse estudo em outros reservatórios e expandir a pesca em tanques rede”, explicou o diretor geral do IGARN, Josivan Cardoso.

Os reservatórios escolhidos para o estudo foram os açudes Pataxó; Boqueirão de Parelhas; Encanto; Pajuçara; Campo Grande; Umari; Tabatinga; Prata; e Santa Cruz do Apodi; e as lagoas de Passagem dos Cavalos; Ferreira Grande; Boqueirão e Cutia. O aporte financeiro utilizado para o estudo será de cerca de R$ 400 mil, com recursos do Governo do Estado. As ações previstas para o estudo são compostas por coletas mensais de amostras de água para a realização de análises físico-químicas e hidrobiológicas durante um período de 12 meses.

Também participaram da assinatura do convênio, os secretários de Estado dos Recursos Hídricos, Mairton França; da Agricultura e Pesca, Guilherme Saldanha; o diretor geral do Idema, Rondinelle Oliveira, além do Pró Reitor de Pesquisa da UFRN, José Falcão e o diretor geral da Funpec, André Laurindo Maitelli.

Nenhum comentário: