Pages

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Em sessão extraordinária realizada na noite de ontem (25), o Senado manteve a decisão do Supremo Tribunal Federal de prender o senador Delcídio Amaral‏

Plenário do SenadoEm sessão extraordinária realizada na noite de ontem (25), o Senado manteve a decisão do Supremo Tribunal Federal de prender o senador Delcídio Amaral. Foram 59 votos favoráveis, 13 contrários e uma abstenção. Antes, o Plenário da Casa rejeitou interpretação do presidente Renan Calheiros e decidiu (52 votos a favor e 20 contra) que a votação a respeito do caso seria aberta.
O senador Garibaldi Filho justificou os votos que deu durante a sessão. Ele votou a favor do voto aberto por entender que o momento é de dar transparência às decisões da Casa. "O contrário seria contribuir para aumentar a falta de credibilidade do Parlamento". Com relação ao voto favorável pela manutenção da prisão de Delcídio Amaral, ele confessou que se sentiu muito constrangido. "Foi de cortar o coração, mas o Brasil precisa se renovar e as instituições precisam ser respeitadas".

Nenhum comentário: