Pages

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Henrique Alves apoia projeto para tratamento do câncer em Mossoró

111115MinSaude_HenAlves_SenGaribaldi_NelterQueirozDepEst_8212PMA proposta de unificar todos os serviços de tratamento de câncer, em Mossoró, como atendimento filantrópico foi discutida, nesta quarta-feira (11), em Brasília, com o ministro da Saúde, Marcelo Castro. O pleito foi apresentado pelo ministro Henrique Eduardo Alves e o senador Garibaldi Filho. Os detalhes técnicos foram apresentados ao ministro pelos dirigentes da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer, Dr. Francisco Cure e Dr. Geison Freire. A vereadora Izabel Montenegro também reforçou o pedido dos mossoroenses.

Atualmente, os serviços de tratamento de câncer em Mossoró são prestados por uma instituição privada, conveniada ao SUS, e outra filantrópica, também financiada pelo Sistema Único de Saúde. A proposta de unificar os serviços como filantrópicos, se aprovada, vai transferir a gestão dos serviços conveniados para a administração da LMECC. Segundo o Dr. Francisco Cure, que dirige as duas instituições, a unificação dos serviços vai facilitar, e até ampliar, o atendimento da população.

Atualmente a Liga Contra o Câncer de Mossoró atende 62 municípios somente no Rio Grande do Norte. Os diretores estimam em 1,5 milhão a população beneficiada com os serviços da LMECC, parte dela nos estados do Ceará e da Paraíba. A estrutura física disponível credencia a instituição para obter um segundo acelerador linear. O atual equipamento, de última geração, já não comporta a demanda dos pacientes de radioterapia, inclusive de outros estados.

O ministro Marcelo Castro autorizou a equipe técnica da Saúde a proceder os trâmites legais para que os serviços sejam unificados e passem a ser conveniados e administrados pela Liga Mossoroense Contra o Câncer. Para o ministro Henrique Alves o atendimento ao pleito será mais um avanço no tratamento do câncer no rio Grande do Norte e interiorização dos serviços de alta complexidade. 

Ministros Henrique Alves e Marcelo Castro discutem projetos de saúde de Jucurutu

O ministro Henrique Eduardo Alves se reunido nesta quarta-feira (11), em Brasília, com o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Ele pediu o empenho do colega da Esplanada para liberar recursos para as obras da segunda etapa da Unidade Básica de Saúde (UBS), em construção, no centro de Jucurutu. A obra da UBS de Jucurutu vai custar R$ 408 mil.

O encontro contou com a participação do senador Garibaldi Filho e do deputado Nelter Queiroz. Na audiência foi discutido, ainda, o projeto de ampliação e reforma do Hospital Maternidade Terezinha Lula de Queiroz, também em Jucurutu. A previsão de custo da obra é de R$ 1,9 milhão. Os recursos foram pleiteados pelo ministro Henrique Eduardo Alves e através de uma emenda parlamentar do senador Garibaldi Filho.

Nenhum comentário: