Pages

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Dep. Carlos Augusto Maia quer um "hub terrestre" em Parnamirim

ca-fotoDesde a audiência pública, na Assembleia Legislativa do RN, sobre o aproveitamento da área do aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, realizado no início deste ano, o deputado Carlos Augusto Maia (PTdoB) vem alertando para a necessidade de se compensar o município, que teve grandes perdas econômicas desde a transferência das atividades para o novo aeroporto Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. O parlamentar quer agora ampliar a discussão e propõe debater esta problemática reunindo especialistas e agentes públicos para avaliar caminhos e opções que levem à retomada do crescimento e do desenvolvimento de Parnamirim.

A ideia é debater sobre a criação de um hub logístico terrestre (um distrito logístico), reforçado pelo hub aéreo de São Gonçalo, pela proximidade do Porto de Natal e pela infraestrutura já existente nas extensas áreas disponíveis na cidade. Uma das opções que o deputado está estudando e que deseja discutir é a disponibilização de um terreno pertencente ao governo do Estado (terreno da DATANORTE) para atrair grandes empresas intensivas em logística para instalar-se no município. “Isso alavancaria uma grande quantidade de empregos e oportunidades de pequenos negócios no entorno, resultando em um salto de crescimento econômico em Parnamirim”, frisa Carlos Augusto.

“Para além das atividades turísticas, imobiliária, de comércio e serviços, queremos focar na retomada do setor industrial e, também, no aproveitamento da potencialidade logística do município. Tanto pela sua localização estratégica, quanto pela confluência das principais rodovias de acesso interestaduais (BR 101 e BR 304) e até pela existência da via férrea”, explica o parlamentar.

Uma audiência pública, de proposição de Carlos Augusto, será realizada na AL-RN para debater o tema. Ele destaca que tal discussão é muito importante, no momento em que se cogita a instalação de um hub aéreo no aeroporto de São Gonçalo.

Nenhum comentário: