Pages

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Marqueteiro do PT João Santana é investigado por suposto repasse da Odebrecht

João Santana é responsável por três eleições do PT à Presidência(jeso.carneiro/Flickr)

O marqueteiro João Santana é apontado em relatórios da equipe de investigação da Lava Jato como um suposto beneficiário de repasses da Odebrecht em contas no exterior. O marqueteiro, que comandou a campanha à reeleição do ex-presidente Lula em 2006 e as duas eleições da presidente Dilma Rousseff, teria recebido o dinheiro por meio de repasse de subsidiárias da empreiteira no exterior.

A movimentação financeira de Santana foi repassada às autoridades brasileiras pela promotoria suíça em acordo de cooperação entre os dois países. A apuração envolve contas ligadas a Santana em diversos países, além da própria suíça. As informações foram publicadas na edição desta sexta-feira (12) do jornal Folha de S.Paulo.

A investigação está concentrada no período de 2014, ano em que Santana atuou na reeleição da presidente Dilma e na campanha do candidato derrotado à presidência do Panamá José Domingo Arias. O Panamá é um dos países onde a Odebrecht possui interesses.

O marqueteiro também atuou na campanha de eleição do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o senador preso na Lava Jato, Delcídio do Amaral, na campanha de Marta Suplicy ao senado, entre outros petistas.

R7

Nenhum comentário: