Pages

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

PROCON/RN diz que consumidor pode cancelar viagem em virtude do vírus Zika

Natal, 11 de fevereiro de 2016 - O órgão de defesa do consumidor estadual orienta consumidores que tem viagens marcadas para locais mais evidentes com epidemia dos vírus zika, chikungunya e aedes aegypti que podem cancelar a viagem sem ter nenhum tipo de multa ou quaisquer outros prejuízos financeiros. 

As companhias aéreas deverão, primeiramente remarcar sem custo os bilhetes e dependendo do caso até reembolsar os valores pagos aos consumidores, sobretudo mulheres grávidas. "Os consumidores não vão deixar de viajar porque querem. É uma questão de força maior, saúde pública mundial e até de bom senso", afirma Ney Lopes Jr. 

O diretor do PROCON/RN diz que um dos pilares do Código de Defesa do Consumidor é a preservação da saúde e integridade física dos consumidores. A Organização Mundial da Saúde e o Centers of Disease Control and Prevention orientam que estas viagens sejam evitadas neste período de epidemia. 

Nenhum comentário: